10 Abril    



 

Ao verem o que ia acontecer, os que estavam com Jesus lhe disseram: “Senhor, atacaremos com espadas?” E um deles feriu o servo do sumo sacerdote, decepando-lhe a orelha direita. Jesus, porém, respondeu: “Basta!” E tocando na orelha do homem, ele o curou.

Lucas 22:49-51

Pensamento: A pergunta dos discípulos parece menos para pedir permissão do que para anunciar o que já decidiram fazer – reagir com violência. E não é assim que muitas vezes fazemos com Deus? Já orou a Deus pedindo que ele fechasse uma porta ou de outra forma lhe impedisse? Caso contrário você seguirá em frente? Isso é buscar a vontade de Deus? Para nos parar, será que Deus tem que do céu gritar “Basta!”? Geralmente se pensa que a provação de Pedro que Jesus anunciara antes (v. 31) veio com as três perguntas. Mas, este momento não deixou de ser uma peneira do coração de Pedro. Jesus, que orou, estava preparado para seguir a vontade de Deus. Pedro e os demais, que não oraram, não estavam preparados. Será que a reação dos discípulos teria sido diferente se tivessem ficado orando, ao invés de dormindo no jardim? Será que se escutássemos antes os alertas de Jesus estaríamos melhor preparados na hora da provação? E por falar nisso, como foi seu tempo com o Senhor hoje?

Oração: Pai eterno, o Senhor não quer que oremos por obrigação ou medo, mas porque vemos que é na oração que lhe conhecemos melhor e aceitamos mais a sua perfeita vontade. Obrigado por mais um exemplo de Jesus de como é importante falar com o Senhor primeiro. Em nome de Jesus oramos. Amém. || Veja a imagem especial! http://www.iluminalma.com/img/il_romanos12_21.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2009, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.