23 Novembro    



 

Desde aquele momento Jesus começou a explicar aos seus discípulos que era necessário que ele fosse para Jerusalém e sofresse muitas coisas nas mãos dos líderes religiosos, dos chefes dos sacerdotes e dos mestres da lei, e fosse morto e ressuscitasse no terceiro dia. Então Pedro, chamando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: “Nunca, Senhor! Isso nunca te acontecerá!” Jesus virou-se e disse a Pedro: “Para trás de mim, Satanás! Você é uma pedra de tropeço para mim, e não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens”.

Mateus 16:21-23

Pensamento: Num momento Pedro é elogiado pela fé que declarou (vv.18-19). Logo em seguida ele é reprovado por Jesus por uma declaração que aparentemente foi motivada por amor ao Senhor. Será que Jesus não foi muito duro com Pedro? A fé de Pedro, fundamental na conversão dele e na edificação do Reino, era num Jesus que ele ainda não conhecia por completo. Muitos de nós cremos num Deus que é uma parte revelação divina e grande parte fantasia nossa. É o Deus da nossa imaginação. Entretanto, se vamos crer num Deus vivo, cujos pensamentos, caminhos e propósitos vão muito além do nosso entendimento, precisamos estar preparados para ter a nossa fé e a nossa razão desafiadas. Precisamos estar preparados para surpresas. E nem toda surpresa que Deus envia é agradável. Oswald Chambers disse que "Se escolhemos sofrer, alguma coisa está errada; mas, escolher a vontade de Deus, mesmo que signifique sofrer, é uma coisa totalmente diferente." Era isso que Jesus estava escolhendo. E Pedro ia interferir nesta escolha. Você tem "amigos" assim? Chambers nota que "As pessoas que nos fazem bem nunca são aquelas que empatizam conosco. Os que empatizam nos enfraquecem." Seguir o chamado de Deus em sua vida vai lhe custar caro? Vai ser difícil? Tem sofrimento adiante? Tem também alguém tentando lhe dissuadir? Escute as palavras de Jesus para Pedro. Pedro não queria servir o inimigo. Mas, o inimigo queria usá-lo para fazer de Jesus o seu servo. Será que sofrimento pode levar ao bem? Parece que Pedro mudou de idéia. Leia 1 Pedro 4:19 para ver o que ele pensava mais tarde. Confie sua alma a seu fiel Criador, e que Ele lhe abençoe.

Oração: Pai, eu quero pensar nas coisas do Senhor. Minha mente passa tanto tempo e eu gasto tanto esforço pensando em mim mesmo, no meu conforto e na minha proteção. Ajude-me a alinhar as minhas prioridades com as do Senhor. Não quero sofrer. Mas, se estiver nos planos do Senhor para mim, peço que o Senhor me fortaleça para que minha vida seja útil ao Senhor. Obrigado por qualquer oportunidade que o Senhor me der para lhe servir. Em nome de Jesus eu oro e agradeço. Amém. || Veja a imagem: http://www.iluminalma.com/img/il_mateus16_22-23.html

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2008, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.